"Abrindo..."
Você sabe qual a origem da briga de Carlinhos e Whindersson?

Tudo começou quando Carlinhos Maia disse, na entrevista com Leo Dias, que Whindersson Nunes havia dito uma semana antes de seu casamento que não seria seu padrinho, junto com sua esposa Luisa Sonza. "Ele me avisou que não seria padrinho do casamento uma semana antes, tendo três meses para me avisar desde que o convidei. E a notícia surgiu justamente no dia da cerimônia, quando ele disse a um amigo em comum que não iria para não me dar essa mídia. Eu preciso dessa mídia? risos", disse Carlinhos Maia.

“Eu preciso dessa mídia? risos”

Essa frase saiu da versão em português da música de Lady Gaga e Bradley Cooper, escrita por Paula Fernandes. Ela recebeu o aval de Gaga para fazer sua versão, e convidou Luan Santana para cantar junto com ela.

E continuando a entrevista Leo Dias pergunta sobre Luisa Sonza, o porque dela não gostar de Carlinhos, "Também gostaria de saber". E completou: "Quando você deixa de ser o número um, você não fica feliz [se referindo aos números de Carlinhos que superaram os de Whindersson]. Imagine que você era o queridinho e não é mais. Simples. Nunca fiz nada."

Em seguida...

Whindersson Nunes publicou em seu twitter várias risadas, e logo seus fãs entenderam e começou a zoação. Mas os seguidores de Carlinhos Maia vieram o defender e ficaram respondendo no tweet de Whindersson, um dizia “Não era você que estava com depressão?” e Carlinhos curtiu esse comentário. Aí começou a ficar sério.

Postagem no twitter de Whindersson Nunes

Whindersson Nunes desabafou em seu Twitter sobre a discussão, disse que Carlinhos tinha o bloqueado no WhatsApp e que por isso estava falando pelo Twitter.

Whindersson Nunes respondendo Carlinhos Maia

Desabafou sobre sua doença, explicou que não tinha aceitado ser padrinho do seu casamento porque não sentia que eram amigos a esse ponto, e que Carlinhos o tratava de forma diferente nas gravações do programa que eles têm juntos. Que já haviam conversado sobre o jeito que Carlinhos travata Whindersson, mas que não havia mudado.

Postagem no twitter de Whindersson Nunes
Postagem no twitter de Whindersson Nunes

E também Whindersson disse que Carlinhos não tinha o convidado formalmente, e Luisa disse que ficou sabendo pela internet.
O ponto alto da briga de Carlinhos Maia e Whindersson Nunes foi quando Carlinhos curtiu o comentário de sua seguidora falando sobre a depressão de Whindersson, todos ficaram bem chateados com essa atitude, ele zoando a doença de Whindersson, repercutiu tanto que Carlinhos Maia e seu marido Lucas Guimarães desativaram as redes sociais.

No mesmo dia, Whindersson fez uma série de stories em seu Instagram explicando e disse que tinha conversado com Carlinhos, e os dois haviam se entendido. Porém no outro dia, Luisa Sonza escreveu um texto defendendo seu marido, Whindersson, pois haviam colocado a culpa da briga dos dois nela. Luisa disse que recebeu uma mensagem do seu marido dizendo que estava mal por terem a colocado na briga e que isso iria o matar. Luisa, então, resolveu se pronunciar e defender Whindersson.

Lucas Guimarães, marido de Carlinhos Maia, também se pronunciou e pediu desculpas. Depois de ficar alguns dias com as redes sociais desativadas, Carlinhos Maia voltou e fez uma série de stories no Instagram se desculpando, “Errei e assumo meu erro”, iniciou ele. “Quero pedir perdão a todos que ofendi, sem querer ofender, porque eu jamais teria intenção de fazer mal a ninguém. Acreditem ou não. Eu não preciso fazer mal a ninguém, nem com palavras nem com gestos. Errei como ser humano que explode, que dá atenção a coisas que não é para dar, quando tem multidão de gente jogando amor, como meus seguidores fizeram pedindo a nossa volta”, disse ele. E completou dizendo, “Ao Whindersson, que passamos esses dias conversando. Entendi muita coisa dele, acho que ele entendeu muita coisa minha. É um menino do bem, de luz, que está se recuperando e vai trazer ainda mais sorrisos para todo mundo. É um cara fantástico, que não merecia estar passando por isso. Vai se recuperar e vai ficar bem”.

Vamos ver se essa história realmente acabou ou se alguém vai alfinetar mais