"Abrindo..."

Hoje, terça-feira, 25 de junho completa 10 anos da morte de Michael Jackson. O rei do Pop faleceu por causa de uma intoxicação de propofol e benzodiazepina.

Sua vida foi marcada pelos seus inúmeros talentos, vários discos, prêmios, mas também por muitas polémicas. Muitas delas são mentiras e mesmo assim as pessoas sempre acreditaram, inclusive até hoje sai notícias envolvendo Michael Jackson, vamos conferir algumas delas.

Um caso recente é que a assistente administrativa de Neverland, Sandy Domz, disse em um documentário na CBS que não tinha nenhuma intimidade entre Michael Jackson e Lisa Marie Presley, que foram casados de 1994 a 1996. Sandy Domz disse que Michael passava perfume na calcinha de Lisa Marie para fingir que havia relações.

Também uma curiosidade que é muito comentada até hoje é que Michael Jackson não tinha nariz. Isso é MENTIRA. O perito do Condado de Los Angeles, Ed Winter, negou esse boato quando teve acesso à autópsia de Michael. Segundo Washington Post, Ed Winter disse:

“Os rumores são falsos. As pessoas gostam de dizer que ele tinha esse nariz de cera que tirava à noite e colocava de manhã. E, isso, não é verdade”

Michael Jackson tinha muitas cirurgias no nariz e em todo rosto também. A primeira cirurgia no nariz foi quando tinha 21 anos, quando quebrou em um ensaio. Na sua biografia, ele admitiu ter cirurgias no nariz e queixo, mas os médicos garantem que ele tinha feito também um lifting na testa, afinou os lábios e bochechas.

A autópsia revelou que Michael Jackson tinha o couro cabeludo pintado de preto, a sobrancelha escurecida e os lábios tatuados para ficar rosado.

Outro rumor era de que Michael Jackson era assexuado. Algumas das mulheres que supostamente tinham tido relações com Michael disseram que é mentira, que era um homem normal, e segundo Lisa Marie, sua ex mulher, as relações eram bem quentes. Porém também falavam que Michael Jackson era gay, Michael sempre negou. No livro “Unmasked: The final years of Michael Jackson"(2009), do biógrafo Ian Halperin, garantiu o contrário. Randall Sullivan afirma que Michael morreu virgem, mas sem provar nada.

Uma pergunta muito feita é: Por que Michael Jackson ficou branco? Ele fez tratamento para mudar de cor? E não, ele não fez. Michael tinha duas doenças de pele vitiligo e lúpus, a primeira deixa manchas brancas na pele e a segunda deixa manchas vermelhas. No tratamento de ambas doenças a pomada usada era de cor clara, assim ele ficava com a pele bem pálida. O próprio Michael Jackson falava que como tinha muitas manchas ele usava uma pomada para a pele ficar uniforme. Mas a razão dele ter ficado com a pele clara eram as doenças.

Em uma entrevista para Oprah Winfrey ele negou ter o desejo de ter a pele branca. "Eu sou um negro americano, tenho orgulho de ser negro americano, tenho orgulho da minha raça... Sinto muito orgulho dignidade de quem eu sou", disse Michael.

Era muito falado também que Michael Jackson dormia com um tanque de oxigênio, mas é verdade? Esse foi um dos boatos mais famosos, falavam que ele só conseguia dormir com o tanque de oxigênio. Porém é mentira.

Na verdade, Michael Jackson inventou esse boato para divulgar o curta-metragem de ficção científica “Captain EO” (1986), dirigido por Francis Ford Copolla e escrito por George Lucas.

Haviam grandes questionamentos se Michael Jackson tinha idade mental de uma criança, é verdade? Segundo o especialista em saúde mental dr. Stan Katz é verdade. O profissional o examinou nas acusações de abuso sexual de crianças, em 2003. Na avaliação o dr. Katz, Michael não era pedófilo, mas tinha a idade mental de uma criança de 10 anos.

Uma amiga de Michael Jackson, Elizabeth Taylor, disse: "Não havia nada de anormal na forma como Michael lidava com crianças. Não tinha nada sexual acontecendo. Nós ríamos como crianças e víamos muitos filmes de Walt Disney".

E Neverland está mesmo à venda? SIM! Está sendo anunciada a venda desde 2015 por US$ 100 milhões. Em 2017 caiu para US$ 67 milhões, e em março de 2019 por US$ 31 milhões. Mas por que foi caindo tanto o preço assim? Dizem que é por causa do documentário “Deixando Neverland”, que repercutiu bastante.